Mini-implantes: Retração Anterior – Maxila

Considerações Biomecânicas para o uso dos Mini-implantes na RETRAÇÃO ANTERIOR – Maxila

QUANTIDADE DE IMPLANTES:
02 mini-implantes;

LOCAL DE INSTALAÇÃO:
Entre os segundos pré-molares e os primeiros molares superiores;

FINALIDADE:
Ancoragem direta para a distalização anterior, com diminuição de possíveis movimentos indesejáveis de mesialização da unidade de ancoragem.

FORÇA:
Deverá ser calibrada até 300 g de cada lado, caso sejam distalizados os seis elementos dentários.

clip_image002A mecânica de retração, com extrações, podes ser classificada em três categorias:
1 – Puxada alta
2 – Puxada média
3 – Puxada baixa

1 – MECÂNICA DE RETRAÇÃO COM PUXADA MÉDIA:
Altura de instalação: 8 a 10 mm acima do fio;
Força aplicada do mini-implante ao gancho (6 a 7 mm de altura) localizado entre lateral e canino;

Plano oclusal original pode ser mantido;
Tratamento de paciente que apresenta sobremordida normal.
2 – MECÂNICA DE RETRAÇÃO COM PUXADA BAIXA:

Altura de instalação: menor do que 8 mm acima do fio;

Força aplicada do mini-implante ao gancho localizado entre lateral e canino;

Plano oclusal, usualmente, irá girar em sentido horário;
Tratamento de paciente que apresenta tendência de mordida aberta.

3 – MECÂNICA DE RETRAÇÃO COM PUXADA:
Altura de instalação: + 10 mm acima do fio principal;
Força aplicada do mini ao gancho localizado entre lateral e canino;
Plano oclusal, usualmente, irá girar em sentido anti-horário;

Tratamento de paciente que apresenta sobremordida profunda ou tendência.

Compartilhe no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*