O Primeiro Ortodontista do Brasil!

UM POUCO DE HISTÓRIA
Eu gosto de histórias…
Dr.Carlos deAlmeida Lustosa
ORTODONTISTA
Outro dia lendo uma revista de ortodontia descobri Dr.Carlos de Almeida Lustosa (1881-1937) – mineiro de São João Del Rey – foi o primeiro ortodontista do Brasil.
Tudo começou com ele!
Ele estudou na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e recebeu o título de cirurgião-dentista no dia 31 de janeiro de 1903. Dr. Carlos era irmão do dentista Paulo de Almeida Lustosa, inventor e fabricante da Cera Dr. Lustosa, muito utilizada na primeira metade do século XX para o alívio da dor de dente.
Afim de expandir seus conhecimentos, ele embarcou para os Estados Unidos em 1910, quando teve oportunidade de participar de um curso de atualização em diversas especialidades odontológicas, na Universidade da Filadélfia. E por meio dos periódicos científicos que assinava, tomou conhecimento de alguns dos primeiros aparelhos ortodônticos preconizados por Edward Angle. Viram? No inico do século XX ele já lia periódicos…
Com os ensinamentos primários obtidos através dessas publicações, iniciou alguns casos clínicos. Ao questionar-se sobre os resultados alcançados, concluiu que seria indispensável passar por um período de aprendizagem maior.
No início dos anos 20 embarcou novamente para os Estados Unidos, com o objetivo de se inscrever no curso de Ortodontia. Entretanto, seu primeiro contato com Angle, em Pasadena, na Califórnia, foi decepcionante. Alegando que Lustosa não possuía o conhecimento de matérias básicas ele negou-lhe a matrícula.
Diploma de ortodontista
Dr. Carlos Lustosa

Lustosa não desistiu. Após estagiar durante um ano no consultório particular de Dr. Stallard,quem o havia apresentado a Angle, na cidade de San Diego (Califórnia), apresentou-se novamente e desta vez foi

aceito na Angle School of Orthodontia. Concluiu o curso em 1923. A técnica que passou a empregar foi a do arco de cinta (ribbon arch). Pouco depois de sua volta ao Brasil, Lustosa ficou gravemente enfermo, sendo obrigado a se afastar para tratamento de saúde. Durante este período, trabalhou na elaboração de um livro, que publicou em 1924 – “A Orthodontia e a creança” – dirigido aos encarregados de zelar pela educação infantil.
Lustosa exerceu a Ortodontia até o final de 1937, quando faleceu, vítima de um atropelamento no Largo da Glória, fato bastante noticiado pela imprensa carioca.
Hoje ele deve estar dando voltas na tumba com os ditos ‘ortodentistas’ que estão a solta por aí… Que não estudam e que nem passam os olhos por um periódico, que não vão aprimorar os conhecimentos, que não levam a sério os resultados obtidos…
Que esqueceram a humildade das velhas lições.

FONTE: R Dental Press Ortodon Ortop Facial – v. 12, n. 6, p. 131-156, nov./dez. 2007

Compartilhe no Facebook

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*