Trabalho,Valor e Confiança

Eu sempre tive a sorte de estudar com os melhores professores!
Meus primeiros mestres foram meus pais e minha avó. Com eles aprendi respeito, honestidade, bons valores éticos e morais. Enfim, tive uma educação verdadeira. Na minha vida estudantil, sempre estudei nos melhores colégios e em uma das melhores faculdades de odontologia de Minas Gerais. Isso só foi possível, devido a muito sacrifício e trabalho de meus pais e, sempre, contando com a ajuda decisiva de minha querida avó. Já na pós-graduação tive a honra de estudar com professores que, realmente, queriam ensinar a ortodontia para os seus alunos. Até aqui na Web, eu tenho os melhores professores e mestres.
De cada mestre, sempre ficou um ensinamento chave…
Meu pai sempre falava:
– Faça a coisa certa e bem-feita, da primeira vez. Para ter que fazer uma vez só.
Minha professora de especialização ensinava:
– Não tenha preguiça de fazer tudo. Se tiver que colar bráquete, cole. Se tiver que bandar, bande…
Mas, houve um ensinamento que, na época em que ouvi, não fez muito sentido para mim. Meu professor de Semiologia, Dr. Ozair Leite, na sua última aula falou:
– Meus queridos alunos, vocês podem esquecer tudo que falei aqui… Mas por favor, lembrem sempre disso: Nunca sofram da síndrome do bolso vazio, nunca se vendam barato…
Só depois de formado e já no mercado de trabalho, compreendi o ensinamento do Professor Ozair. Então, desde o começo da minha vida profissional, resolvi a nunca sofrer da síndrome do bolso vazio e/ou me vender barato. Talvez tenha tido uma carreira mais difícil, mais devagar e com mais altos e baixos. Talvez minha clínica pudesse ter mais pacientes, ser mais barata e eu ter muito mais dinheiro.
Mas, certamente, tenho a vida profissional que meus valores e ética, me permitem ter. Não é mais fácil, não é mais prazerosa. Tem muito TRABALHO, tem muito VALOR e tem muita CONFIANÇA!
Compartilhe no Facebook

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*