Você já usou Fibra de Vidro Trançada? – Saiba mais!

01 – Quais as indicações
1. Contenções: periodontal, ortodôntica e de dentes avulsionados ou extraídos.
2. Reforço de restaurações provisórias e próteses diretas e indiretas (com dentes naturais ou artificiais):
– Diretas (consultório): dente extraído, avulsionado ou artificial.
– Indiretas (laboratório): dente artificial.
3. Reforço e reparo de próteses de resina acrílica.
4. Confecção de mantenedor de espaço em odontopediatria.

02 – Qual a vantagem da impregnação industrial da fibra com resina?
A fibra pré-impregnada possui dez vezes mais resistência do que as fibras que não vêm impregnadas. Para uma completa absorção da resina pela fibra, além do volume adequado de resina, é necessário o tratamento de silanização da fibra e imersão em resina por períodos maiores que 24 horas,

03 – Qual a vantagem da fibra de vidro sobre as fibras de polietileno?
As fibras de vidro possuem maior resistência (282 MPa) que as fibras de polietileno (86 MPa).

04 – Como cortar a tira para o uso?
Pode ser cortada com qualquer instrumento de corte.

05 – A fibra de vidro pode ser tocada?
A fibra de vidro, ao contrário das de polietileno que recebem um tratamento por plasma de gás frio, pode ser tocada sem alteração de suas propriedades.

06 – Quais são os maiores cuidados na utilização da fibra de vidro?
A fibra de vidro tem que ficar totalmente recoberta com resina, pois é hidrocondutora. Caso a fibra fique exposta e incorpore água, há perda de suas propriedades.
A fibra, por ser impregnada em resina composta fotopolimerizável, deve ser mantida ao abrigo de luz.

07 – Quanto tempo pode ficar na boca do paciente em casos de contenção?
Desde que a fibra se mantenha recoberta com resina, não existe limite de tempo para a manutenção de Interlig na boca do paciente.

08 – Quantos elementos podem ser esplintados?
Não existe limite para esse procedimento, desde que observados os princípios de mobilidade e oclusão do paciente. Em casos mais extensos, recomenda-se a utilização de duas camadas.

09 – Para casos de contenção é necessária a confecção de canaletas?
A canaleta só é necessária se o tratamento for definitivo.
Para utilização temporária, não é recomendada a confecção de canaletas.

Compartilhe no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*